Vitrine CCMQ recebe peças customizadas a partir de roupas, calçados e outros artigos | Foto: Flowjack

Tecendo em Tinta Preta no Projeto Vitrine CCMQ

Publicado em 28/04/2022

POR LUDWIG LARRÉ - ASCOM CCMQ

O Projeto Vitrine CCMQ recebe, até o final de maio, a ocupação “Tecendo em Tinta Preta" no espaço destinado à exposição, comercialização e difusão de iniciativas da economia criativa, no térreo do complexo cultural (Andradas, 736 - Centro Histórico de Porto Alegre). Realizado pela Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ) e pelo RS Criativo – programa governamental estratégico voltado à economia criativa, instituições da Secretaria da Cultura (Sedac), o Projeto Vitrine CCMQ vem proporcionando, desde maio de 2021, visibilidade e geração de renda para coletivos de artistas e artesãos.

Tecendo em Tinta Preta é uma proposta dos artistas visuais Flowjack, Ariel Lexistão e Janice Rosa, que também fazem parte da cena hip-hop gaúcha. O grupo apresenta peças exclusivas customizadas a partir de roupas, calçados e outros artigos têxteis, que acabariam descartados de forma imprópria para o meio ambiente. Além da comercialização de peças no privilegiado espaço de exposição do Projeto Vitrine CCMQ, os proponentes têm por objetivo ensinar técnicas de customização como forma de incentivar o uso racional e reutilizável dos produtos têxteis, cujo destino final é de grande impacto ambiental.

Desde que foi lançado, em maio do ano passado, o Projeto Vitrine CCMQ já recebeu as ocupações do Complô Cunhã – Coletivo de Artesãs Mbyá-Guarani, da Galeria Urbana RS, de Clau Campos, do Ponto de Cultura Território Ilhota e da Galeria Gazzebo. Assim como os ocupantes anteriores, Tecendo em Tinta Preta, também realiza atividades paralelas, com duas oficinas e outras trocas de saberes a serem realizadas até o final do mês de maio.

Patrocinador Master
Apoio
Realização