Bando Celta faz shows às 12h e às 19h | Foto: André Rios

Feira Medieval leva música, dança, literatura e artesanato à Casa de Cultura Mario Quintana

Publicado em 05/05/2022

POR LUDWIG LARRÉ - ASCOM CCMQ
 

O RS Criativo, programa governamental estratégico voltado à economia criativa, e a Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ), instituição da Secretaria da Cultura (Sedac), realizam neste sábado, 7 de maio, a Feira Medieval - Edição Suíça. O evento, produzido pelo Bando Celta, em parceria com a Associação Suíço-Valesana do Brasil (ASVB), acontece das 10h às 21h, com entrada franca, na Travessa dos Cataventos (Andradas, 736 Centro Histórico de Porto Alegre). Entre atrações de música, dança, palestras, literatura e oficinas, a Feira Medieval reúne artesãos e expositores de produtos temáticos, que vão do vestuário à decoração, além de terapeutas holísticos e artigos místicos.

Além de dois shows do Bando Celta, às 12h e às 19h, a Feira Medieval - Edição Suíça tem intensa programação artística. A atriz Alegna Rellin apresenta a performance “O Dragão Negro”. A Escola Najma Safi mostra dança e música e Árabe. O evento também recebe o Grupo de Danças Ciganas, que integra um Projeto de Extensão da UFRGS, Belly Dance e Dança Tribal com o Grupo Zahira Razi.

Ao longo do dia, as atividades combinam a magia dos tempos, povos e culturas ancestrais – tão presentes na literatura de ficção, no cinema, nos seriados e jogos da contemporaneidade – à magia da poesia que habita a Casa de Cultura Mario Quintana. A Feira Medieval deste sábado ganha a identidade de Edição Suíça em função da parceria com a Associação Suíço-Valesana do Brasil, entidade cultural fundada em 1992, durante as comemorações dos 700 anos da Confederação Helvética da Suíça medieval. Com sede na cidade gaúcha de Carlos Barbosa, berço da imigração suíço-valesana no Rio Grande do Sul, a ASVB se dedica à preservação das tradições do país alpino. Para aprofundar o tema, a Associação realiza palestras durante a feira, apresentando aspectos da Suíça na era medieval e da Imigração Suíça no Brasil.

A ambientação de mercado medieval que se instala na Travessa dos Cataventos leva o público a uma imersão pela história e pelo universo da fantasia. A ASVB ocupa um dos estandes com livros e souvenirs. Entre os demais expositores estão o Artesão Ismarvel, com reproduções de armas cênicas, escudos e outros adereços, Berté Pedras e Jóias Naturais, Bottezini Trajes Medievais, Raiz em Terra Produtos e Cosméticos Ecológicos, 3L Kuhn Cutelaria Artesanal, o artesanato do Clã do Feltro, Di Legno Arte em Madeira, Stylu’s Art’s Medieval, o Empório Coice de Mula, com artigos temáticos em couro, e as criações artesanais com inspiração medieval de Sílvio Roseno e Ju Vieira.

O jornalista e escritor Athos Beuren, que aos 10 anos de idade publicou o primeiro livro, “Viver ou Morrer”, recebendo o Troféu Açorianos como Autor Revelação em Literatura Infantojuvenil, comanda o estande de Leitura & Aventura. Beuren, que também já recebeu o Troféu Vasco Prado de Literatura, é autor de vários títulos que utilizam o fator lúdico dos livros-jogos e RPGs como ferramenta de ensino. O escritor desenvolve o projeto Leitura & Aventura, utilizando mecânicas que envolvem trabalho de equipe, liderança, interpretação de papéis, raciocínio lógico e criatividade.

O historiador e arqueólogo Jefferson Zuch ministra oficinas de arqueirismo, das 10h às 18h. Ao circular pelos estandes da Feira Medieval - Edição Suíça, o público também vai encontrar a Cigana Selenna, desvendando segredos da cultura e das artes ciganas; Quirologia e tarot com o professor Paulo Storniolo, e ainda a tenda de tarot com Samara Leonel e massagem com a Prema Manjari.

O músico, arte-educador e produtor cultural Renato Velho, líder do Bando Celta, comemora o retorno dos eventos presenciais e a retomada da sequência de mais duas dezenas de feiras medievais realizadas, desde 2016, em 12 municípios do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. “As feiras medievais, ao reunirem artistas e artesãos, envolvem todo esse caráter orgânico que se pretende com as iniciativas de economia criativa. É uma grande cadeia de pessoas, fazendo a economia girar de forma sustentável com sua arte, saberes e fazeres”, afirma Renato.

Programação

10h - Abertura, início da oficina de arqueirismo e recepção do público pela Cigana Selenna
11h30 - Performance de dança “O Dragão Negro”, com a atriz Alegna Rellin
12h - Show do Bando Celta
13h - Apresentação da Escola Najma Safi, Dança Música e Árabe
14h - Palestra “A Suíça na Era Medieval”, com a Professora de História da Unisinos, Sirlei Teresinha Gedoz (Sala Sérgio Napp 1, 2º andar da CCMQ)
14h15 - Danças Ciganas (Projeto de Extensão da UFRGS)
14h20 - Palestra “A imigração Suíça no RS”, com o pesquisador Adonis Valdir (Sala Sérgio Napp 1)
14h30 - Performance de dança “O Dragão Negro”, com a atriz Alegna Rellin
14h45 - RPG – atividade interativa com o escritor Athos Beuren
15h - Palestra “A imigração Suíça na Serrinha/Guaíba”, com o historiador Valdivino Rodrigues da Silva (Sala Sérgio Napp 1)
15h30 - Palestra “Os 30 anos da ASVB”, com o Pe. Agostinho Sauthier (Sala Sérgio Napp 1)
16h - Dança Circular Celta e Danças Ciganas
16h30 - Belly Dance
17h30 - Apresentação da Escola Najma Safi, Dança Música e Árabe
18h - Grupo Zahira Razi – Dança Tribal
19h - Show do Bando Celta
21h - encerramento

Feira Medieval - Edição Suíça na CCMQ
Quando:
7 de maio | sábado
Horário: das 10h às 21h
Onde: Travessa dos Cataventos (Andradas, 736 Centro Histórico de Porto Alegre)
Entrada Franca

CLIQUE PARA AMPLIAR
Patrocinador Master
Apoio
Realização