Jessé Oliveira dirigiu a CCMQ desde 2016 | Foto: André Furtado

Casa de Cultura Mario Quintana tem novo diretor

Publicado em 05/06/2020

O curador independente, pesquisador, tradutor e produtor cultural Diego Groisman é o novo diretor da Casa de Cultura Mario Quintana (Rua dos Andradas, 736 – Centro Histórico de Porto Alegre). O professor e diretor de teatro Jessé Oliveira, desde novembro de 2016 à frente da CCMQ, tem um novo compromisso. “Deixo a direção da Casa de Cultura, após quatro anos, para assumir outra tarefa designada pela secretária de Cultura Beatriz Araujo”, informa Jessé. Ele assume o comando do Instituto Estadual de Artes Cênicas (IEACen) e do Teatro de Arena.

Conquistas estruturais e inclusivas
Ao longo dos últimos quatro anos, o centro cultural foi revitalizado com a renovação dos equipamentos técnicos dos teatros, reestruturação dos núcleos artísticos e administrativo e readequação dos espaços de convívio. A gestão de Jessé Oliveira foi marcada pelo estimulo à pluralidade de linguagens, pela implementação de políticas de diversidade cultural, racial e de identidades, bem como pelo desenvolvimento de projetos de memória institucional.
Marca pessoal do diretor teatral, o diálogo com a comunidade cultural e as instituições representativas dos segmentos artísticos, juntamente à percepção de usuário e artista, foram fundamentais para a concepção de um espaço democrático e participativo. “Essa perspectiva me fez buscar metodologias permanentes, que perpassassem as gestões, pensando na continuidade de processos”, assinala Jessé.

Incremento das atividades culturais permanentes
Jessé Oliveira também capitaneou a criação e a efetivação de mais de uma dezena de atividades permanentes, hoje consolidadas no calendário anual da CCMQ. Levam sua marca de gestão eventos como Casa Expandida, Feste (Festival Estadual de Teatro), Fashion Black Poa, Teatro de Rua na Travessa, Cirquintana, A Casa Dança, Conversas Criativas, Seminários Produtivos, Cenas Diversas (Cena Negra, Cena LGBT e Cena Acessível), Audições Comentadas, Interior na Casa, Universidade na Casa, além da manutenção e retomada de projetos antigos como Quindim do Quintana, Música no Jardim e Projeto Acalanto. Coube ainda a Jessé o lançamento do Quintanuário, publicação impressa, que vai para a terceira edição, com um riquíssimo registro textual e fotográfico das atividades da Casa de Cultura Mario Quintana.

Sustentabilidade econômica
O período de gestão de Jessé Oliveira estreitou a relação com a Associação dos Amigos da Casa de Cultura Mario Quintana, principal parceira na sustentabilidade econômica da instituição. O ex-diretor comemora a aprovação do projeto de restauro interno e ressalta o empenho da secretária Beatriz Araujo, junto ao Banrisul, principal patrocinador da CCMQ. “Saio com a sensação plena de dever cumprido. Entrego a Casa com seus recursos financeiros ampliados em cinquenta por cento em relação a quando cheguei. Estamos com o Plano Anual de Atividades aprovado e com recursos já captados, novos patrocinadores e parceiros e com uma maior integração com as instituições do Estado residentes na Casa”, conclui Jessé, agradecendo o empenho dos servidores e desejando pleno êxito ao novo diretor.

Novo diretor
Diego Groisman é curador independente, pesquisador, tradutor e produtor cultural. Desde 2005, dirige o espaço cultural Casa Baka, no qual desenvolve uma programação voltada à arte contemporânea, atuando na organização de exposições e oficinas. Em 2019, recebeu o Prêmio Açorianos Incentivo Jovem Curador, oferecido pela Secretaria da Cultura da Prefeitura de Porto Alegre / Aliança Francesa / Institut Français. É mestrando no Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e bacharel em História da Arte pela mesma universidade.
Groisman destaca o propósito de manter o acesso público e universal à arte e à cultura de qualidade. Outro compromisso é a preservação do patrimônio físico e imaterial da CCMQ. Ao mencionar a alegria e o entusiasmo com o convite da secretária Beatriz Araujo, o novo diretor reafirma ainda a atenção às políticas inclusivas e afirmativas. “Pretendo colaborar com minha experiência como gestor e produtor cultural, historiador da arte e curador independente para desenvolver uma gestão aberta e sensível às demandas dos agentes culturais e dos diversos públicos atendidos pela Casa de Cultura Mario Quintana”, assinala Diego Groisman.

CLIQUE PARA AMPLIAR
Patrocinador Master
Patrocinador
Realização