Lory F. e Zé Natálio, Lory F. Band no show Rock'n'Roll Circus, 1991 | Foto: Fernanda Chemale

Live e show em formato híbrido marcam a inauguração do Palco Lory F. na CCMQ

Publicado em 17/09/2021

POR LUDWIG LARRÉ | ASCOM CCMQ

A Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ – Andradas, 736 – Centro Histórico de Porto Alegre), instituição da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), entrega um novo espaço ao público na sexta-feira, 24 de setembro. O show com Izmália Ibias, Deborah Finocchiaro e Júlia Reis inaugura o Palco Lory F., no quarto andar do complexo cultural. A atividade acontece às 17h, em formato híbrido presencial e on-line.

A homenagem à emblemática roqueira gaúcha ocorre no dia do aniversário de nascimento de Lory F. (Lorice Maria Finocchiaro – Porto Alegre, 24 de setembro de 1958). A baixista, cantora, compositora, produtora musical e desenhista morreu em 11 de agosto de 1993, em função das complicações do HIV. Lory F., integrou bandas como Cor de Rosa, Sempre Livre, Sombras da Noite, Pretty Woman Band e a sua Lory F. Band, cujo antológico disco póstumo, “Lory F. Band”, foi lançado em 1996.

O evento faz parte das homenagens prestadas pela CCMQ à artista. A exposição “Lory F. - Você vai ser obrigado a me escutar”, com curadoria de Joana Alencastro, permanece na Sala Radamés Gnattali, no 4º andar, até 24 de outubro. Nessa data acontece o lançamento do mini documentário sobre a vida e a obra Lory F., com direção de Fredericco Restori.

NO PALCO

No show de inauguração do novo palco, Izmália, Júlia Reis e Deborah Finocchiaro desfilam músicas de Lory F., algumas do CD póstumo lançado em 1996 e atualmente disponível em todas as plataformas digitais. O repertório traz ainda composições e textos inéditos resgatados especialmente para a ocasião. A apresentação inaugural do Palco Lory F. tem entrada franca, com limitação de público e atenção a todos os protocolos sanitários. Em formato híbrido, o show também vai ser exibido ao vivo pelo Instagram @ccmarioquintana.

Com vinte anos de carreira e por duas vezes vencedora do Troféu Açorianos de melhor cantora, Izmália, está lançando dois novos trabalhos. Os singles “Dentro do Aquário” e “Botinaço” estão disponíveis em todas as plataformas digitais. Seu álbum “Quase Não Dói”, lançado em 2007 pela Mutante Discos figura na publicação “100 Grandes Álbuns do Rock Gaúcho”. Izmália faz voz, violão e percussão no show em homenagem a Lory F.

A jovem Júlia Reis, que vem trabalhando com grandes nomes do cenário nacional e tem material elogiado nas plataformas digitais, faz violino e voz. Júlia venceu, em 2015, o Festival Canto Livre. Em 2019, ficou em segundo lugar no 14º Festival de Música de POA e, em 2020, conquistou o Festival de Música Aliança Francesa.

Deborah Finocchiaro, irmã de Lory, multiartista com mais de trinta premiações no currículo, que recentemente lançou os trabalhos audiovisuais “Invisíveis - Histórias para Acordar”, “Classe Cordial” e a websérie “Confessionário - Relatos da Casa”, da qual assina o roteiro, completa o trio contando histórias, cantando e tocando violão.

ENTRANDO NO CLIMA

Uma prévia do que promete o show de inauguração do Palco Lory F. pode ser conferida na live que acontece às 20h da terça-feira, 21 de setembro, pelo Instagram @loryfband. Além de Izmália, Júlia Reis e Deborah Finocchiaro, o encontro tem a participação de Fernanda Stürmer, instrumentista, cantora e compositora, que é servidora do Núcleo de Teatros da CCMQ. Durante o bate-papo, as artistas compartilham impressões e desafios do processo de criação dos eventos culturais que eternizam o legado de Lory F.

Ricardo Finocchiaro Bolsoni, filho da homenageada, salienta a dimensão do nome de Lory F. , uma mulher que fez rock and roll, em um palco situado no mais tradicional centro cultural do coração de Porto Alegre. “A grandeza desse momento, numa cidade que às vezes parece perder a noção da importância de sua própria cultura, justamente agora quando cada vez mais as mulheres se empoderam em nichos que costumam ter predominância masculina – o rock and roll neste caso –, potencializa ainda mais a importância deste ato”, comemora Ricardo.

O diretor da CCMQ, Diego Groisman, destaca que a inauguração do Palco Lory F. é mais uma iniciativa voltada à ampliação das opções de ocupação do ambiente pelo público e pela classe artística. “Este novo espaço, viabilizado em parceria com o Instituto Estadual de Música (IEM) e a Discoteca Pública Natho Henn, instituições da Sedac sediadas no complexo cultural, amplia e potencializa as possibilidades de eventos e exposição relacionados à música. Da mesma forma, ao homenagear Lory F., reafirmamos o reconhecimento a mulheres de trajetória significativa nas artes e na cultura do Rio Grande do Sul”, acrescenta Groisman.

Live com Izmália, Deborah Finocchiaro, Júlia Reis e Fernanda Stürmer
Quando
: 21 de setembro
Horário: 20 h
Onde: Instagram @loryfband

Show de Inauguração do Palco Lory F. com Izmália, Deborah Finocchiaro e Júlia Reis
Quando
: 24 de setembro
Horário: 17 h
Onde: 4º andar da CCMQ, com transmissão ao vivo pelo instagram @ccmarioquintana

LORY F. NAS REDE SOCIAIS: Spotfy: Lory F, YouTube: LoryFband, Facebook: Lory Finocchiaro, Instagram:  LoryFband


“Não cansei de apreciar o belo, ainda... Tentando aliviar o karma de estar viva, em pleno caos eu faço música... Ciente da opressão que sobre a classe, com toda teimosia do mundo, insisto na arte e assim me apresento.” (LORY F.)

CLIQUE PARA AMPLIAR
Patrocinador Master
Apoio
Realização