Clarissa Lima, Domicio Grillo, Sofia Ferreira e Fabricio Zavareze no anúncio dos selecionados pela TVE-RS | Foto: video-reprodução

Sedac divulga a lista dos selecionados para o II Festival Cinema Negro em Ação

Publicado em 15/10/2021

POR LUDWIG LARRÉ | ASCOM CCMQ


O anúncio dos selecionados para a segunda edição do Festival Cinema Negro em Ação aconteceu às 11h desta sexta-feira, 15 de outubro, em transmissão ao vivo pela TVE-RS. O evento é uma realização da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), por meio do Instituto Estadual de Cinema (Iecine) e da Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ).

A mostra dos concorrentes nas categorias longa-metragem, curta-metragem, videoclipe e videoarte acontece em formato híbrido – presencial e on-line – entre os dias 20 e 27 de novembro, como parte das comemorações do Cinquentenário do Dia da Consciência Negra. O Festival também selecionou 10 projetos de produção de séries e longas-metragens que participam da categoria Mercado & Conteúdos.  Esta segunda edição do Festival Cinema Negro em Ação recebeu 232 inscrições, de estados de todas as regiões do Brasil e de países como Alemanha e Angola.

Os 33 selecionados na categoria curta-metragem foram inscritos por realizadores dos estados do Rio Grande do Sul (9), São Paulo (4), Rio de Janeiro (4), Bahia (4), Paraná (2), Minas Gerais (1), Pernambuco (1), Espírito Santo (1), Tocantins (1), Amazonas (1), Ceará (1), Alagoas (1), Rio Grande do Norte (1), da Alemanha (1) e de Angola (1). Dez mulheres e 22 homens dirigem os curtas, com uma direção mista.

Na categoria longa-metragem, os sete selecionados são dirigidos por duas mulheres e quatro homens, com uma direção mista. As produções são do Rio Grande do Sul (3), São Paulo (3) e Rio de Janeiro (1).

A categoria videoarte selecionou 13 concorrentes dos estados do Rio de Janeiro (4), Bahia (4), Rio Grande do Sul (2), São Paulo (1), Pernambuco (1) e Paraná (1). Seis homens e seis mulheres dirigem as produções, com uma direção mista.

Os 14 videoclipes selecionados, dirigidos por 4 mulheres e nove homens, com uma direção mista, são dos estados do Rio Grande do Sul (6), Maranhão (2), São Paulo (2), Rio de Janeiro (2), Bahia (1) e Rondônia (1).

A categoria Mercado & Conteúdos, voltada a projetos em desenvolvimento de séries e longas-metragens, selecionou propostas de 10 realizadores dos estados do Rio Grande do Sul (4), Sergipe (1), Pernambuco (1), Minas Gerais (1), Rio de Janeiro (1), São Paulo (1) e Bahia (1).

O anúncio das obras selecionadas para o II Festival Cinema Negro em Ação na TVE-RS foi conduzido pelo jornalista Domicio Grillo e pela Assessora de Diversidade da Sedac, jornalista Clarissa Lima. A idealizadora e diretora do evento, cineasta Camila de Moraes, responsável pelas curadorias de curtas e longas-metragens, participou diretamente de Salvador. O curador da categoria videoarte, Nicolas Colar, também esteve de forma remota na transmissão. Sofia Ferreira, curadora da categoria Mercado & Conteúdos, e Fabricio Zavareze, responsável pela curadoria dos videoclipes, estiveram ao vivo no estúdio da TVE-RS.

Os diretores do Iecine, Zeca Brito, e da CCMQ, Diego Groisman, também participaram do anúncio dos selecionados e parabenizaram os concorrentes e a comissão organizadora. “O Festival ganhou força estrutural, ampliando o corpo de curadores e expandindo também sua janela de exibição, mostrando quão potente e necessário é o cinema negro brasileiro”, observa Zeca Brito. “Esta segunda edição consolida a maioridade de um festival que já nasceu grande. Como resultado, temos uma nova página da história da cinematografia sendo escrita pelo talento, pela paixão e pela qualidade de cineastas negros e negras de todo o Brasil e de países do exterior”, complementa Diego Groisman.

A secretária de Estado da Cultura, Beatriz Araujo, ressalta que o evento se consolida nos números e na excelência das produções inscritas, solidificando-se como um marco das políticas culturais afirmativas no setor audiovisual. “O Festival Cinema Negro em Ação é um espaço de resistência artística, que promove a diversidade e dá voz a toda a expressão do audiovisual negro brasileiro”, comemora Beatriz Araujo.

Confira a seguir a relação das produções que disputam cada uma das categorias do II Festival Cinema Negro em Ação:  


CATEGORIA VIDEOCLIPE

1. Tranças - 50 Tons de Preta, direção: Cassio Machado Henrique (Rio Grande do Sul);

2. Kolapso - Monkey Jhayam, Enme, Terra Treme, direção: Lazaro e Jessica Lauane (Maranhão);

3. Falo d’mais - Uh! Neto, direção: Gean Almeida (Bahia);

4. 11 Horas - Leandro Ayo & Os Reis, direção: Luis Ferreirah (Rio Grande do Sul);

5. Melhor Assim - Cesanne,  direção: Rossandra Leone (Rio de Janeiro);

6. Tarde Demais - Ravih, direção: Júlio César E Ravih (São Paulo);

7. Distante de Tudo - Calixtoriginal, direção: Thomas Loran (Rio de Janeiro);

8. Garruncha do Sampaio - Marco Gabriel, direção: Jessica Lauane (Maranhão);

9. Sorriso Marfin - W Negro ft N Jay, direção: Deivid Makaveli (Rio Grande do Sul);

10. Pachamama - A Black Z, direção: Édier William (Rondônia);

11. Sétimo Sentido - Dona Conceição, direção: Dona Conceição e Luiz Ferreirah (Rio Grande do Sul);

12. Pulso - Dessa Ferreira, direção: Kaya Rodrigues (Rio Grande do Sul);

13. Vestida ou Nua - Claraxsofia, direção: Gabriela  Moura (São Paulo);

14. Ambição - Cristal, direção: Cléverton Borges (Rio Grande do Sul).


CATEGORIA VIDEOARTE

1. Só sei sentir, direção: Xayoncé (Rio de Janeiro);

2. Bicha, direção: Zéza (Rio de Janeiro);

3. Cabelo pra cima, autoestima pra cima, direção: Talula (Paraná);

4. Desenho registro - Travessias, direção: Engels Miranda (Bahia);

5. Heroica dreams, direção: Marvin Pereira (Bahia); 

6. Por trás das tintas, direção: Alek Lean (Rio De Janeiro); 

7. Lanceiros Negros, direção: Thaise Machado (Rio Grande do Sul);

8. Sardio, direção: Paulo Nascimento (São Paulo);

9. Queda, direção: Lia Letícia (Pernambuco);

10. Morro, direção: Edmundo Júnior e Natalyne Santos (Bahia);

11. A gota d'água, direção: Luis Ferreirah (Rio Grande do Sul);

12. Um transe de dez milésimo de segundos, direção: Jamile Cazumbá (Bahia);

13. Minha outra boca, direção: Sol Menezzes (Rio de Janeiro).

 

CATEGORIA CURTA-METRAGEM

1. 8 Quadras, direção: Oda Rodrigues (Paraná);

2. Além da fronteira, direção: Alexandre Mattos Meireles (Rio Grande do Sul);

3. Depois de amanhã, direção: Paulo César (Rio de Janeiro);

4.  Encurralados, direção: Raimundo Moura (Bahia);

5. Inimigo, direção: Alisson Severino (Ceará);

6. Live, direção: Adriano Monteiro (Espírito Santo);

7. Paloma, direção: Alex Reis (Rio Grande do Sul);

8. Pele de monstro, direção: Barbara Maria (Minas Gerais);

9. Seremos ouvidas, direção: Larissa Nepomuceno (Paraná);

10. Subsidência, direção: Beatriz Vilela (Alagoas);

11. A Sússia, direção: Lucrécia Dias (Tocantins);

12. Tá quente, direção: Bruno Pereira (Amazonas);

13. As vezes que não estou lá, direção: Dandara de Morais (Pernambuco);

14. Fora do Aquário, direção: Alex Mello (Alemanha);

15. Levanta Século XXI, direção: Reinaldo Junior (Rio de Janeiro);

16. Missão Berço Esplêndido, direção: Joel Caetano (São Paulo);

17. Nana e Nilo em Dia de Sol e Chuva, direção: Sandro Lopes (Rio de Janeiro);

18. O artista suburbano, direção: Vagner Jesus (Bahia); 

19. Olhos de Anastácia: Conexões Quilombolas, direção: Jhonatan Gomes e Vanessa Rodrigues (Rio Grande do Sul);

20. Quantos mais?, direção: Lucas De Jesus (Bahia);

21. Rota, direção: Mariani Ferreira (Rio Grande do Sul);

22. Via Láctea, direção: Thiago Almasy (Bahia);

23. Você tem olhos tristes, direção: Diogo Leite (São Paulo);

24. Inventário do Corpo, direção: Alini Guimarães e Jhonatan Bào (São Paulo);

25. Nação Preta do Sul - O curta, direção: Gabriela Cardozo Barenho (Rio Grande do Sul);

26. A Travessia - Um Poema para Sidarta, direção: Anderson Simões (Rio Grande do Sul);

27. Seriam os Deuses Afronautas?, direção: Rogério Farandóla (Rio Grande do Sul);

28. Curta os Congos, direção: Raquel Cardozo (Rio Grande do Norte);

29. A voz de Adélia, direção: Val Gomes (São Paulo);

30. Desvirtude, direção: Gautier Lee (Rio Grande do Sul);

31. Através dos sentidos, direção: Gilson Nascimento (Rio de Janeiro);

32. XX A Sinergia dos Corpos, direção: Idassi Chinaculingui Bartolomeu Costa (Angola); 

33. Identidade, direção: Wesllen Machado (Rio Grande do Sul). 

 

CATEGORIA LONGA-METRAGEM

1. Meu Chão - Clubes Negros do Rio Grande do Sul, direção: Jorge de Jesus, Geslline Giovana Braga (Rio Grande Do Sul);

2. Experiência Voz do Depois, direção: Diego Lima (São Paulo);

3. Ninguém faz samba só porque prefere, direção: Iwan Oliveira Silva (São Paulo);

4. O futuro do mundo é preto, direção: Roberta Liana Vieira, Karine Emerich e Hopi Chapman (Rio Grande do Sul);

5. A última negra, direção: Silvana Rodrigues e Camila Bauer (Rio Grande do Sul);

6. Tambores da Diáspora, direção: João Nascimento (São Paulo);

7. Trem do soul, direção: Clementino Junior (Rio de Janeiro).

 

CATEGORIA MERCADO & CONTEÚDOS

1. A Saga de Mansa Abubakari II, o Imperador de Mali, de Gilberto Manoel Soares (Rio Grande do Sul);

2. A Última Negra - A Série, de Pedro Henrique dos Santos Bertoldi (Rio Grande do Sul) ;

3. Confissões de viajante, de Domenica Guimarães (Sergipe);

4. Contratempo, de Anderson Simões (Rio Grande do Sul);

5. Coração de Nego, de Dandara de Morais (Pernambuco);

6. Família Tradicional, de Marcus Vinícius Favorito dos Santos (Minas Gerais);

7. O dia que o bonde passou, de Paulinho Sacramento (Rio de Janeiro);

8. O Silêncio tem rosto de mulher, de Jarsom Wayans (São Paulo);

9. Quero meu corpo de volta, de Adry Silva (Rio Grande do Sul);

10. Vovó Fora do Eixo, de Flávio Reis (Bahia).

CLIQUE PARA AMPLIAR
Patrocinador Master
Apoio
Realização