Sandro Cartier combina elementos da música eletrônica e instrumentos tradicionais como o berimbau | Foto: Ieouã Gabriel

Teatro Bruno Kiefer recebe shows de Sandro Cartier e de Érico Moura

Publicado em 17/11/2021

POR LUDWIG LARRÉ | ASCOM CCMQ

 

Duas atrações musicais dão sequência à retomada da agenda dos teatros da Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ), instituição da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac). Na quarta-feira, 24 de novembro, às 20h, o percussionista Sandro Cartier, docente do Curso de Música e Tecnologia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), apresenta o espetáculo “O som que vem das cordas”. Na quinta-feira, dia 25, às 19h30, o cantor e compositor Érico Moura une música popular brasileira e poesia no espetáculo “Fluxos”. Os dois shows acontecem no Teatro Bruno Kiefer, no 6º andar da CCMQ (Andradas, 736 - Centro Histórico de Porto Alegre).   

 

Ambos os espetáculos foram selecionados mediante edital para a ocupação dos teatros da CCMQ, em 2020, e não puderam ser realizados em função da pandemia. Os teatros da CCMQ estão operando com capacidade definida pelas medidas sanitárias do Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Além do uso obrigatório de máscara e verificação de temperatura para acessar a CCMQ, o público dos teatros precisa apresentar o passaporte vacinal (cartão de vacinação ou aplicativo SUS), conforme a legislação e as especificações por faixa etária.

“O som que vem das cordas” é um projeto musical que explora as possibilidades da união do tradicional berimbau com a contemporaneidade da tecnologia. Sandro Cartier apresenta a sintonia sonora de diferentes cordas, em instrumentos construídos pelo próprio artista, com loops eletrônicos e bases vocais compostas e processadas em tempo real. A sonoridade final da combinação provém da transformação dos sons analógicos em digitais e vice-versa. O show tem participação especial de Guilherme Gul, percussionista com ênfase em percussão oriental e baterista do projeto Rock de Galpão.

“Fluxos” marca a volta de Érico Moura aos palcos. Após quase dois anos sem apresentações presenciais, o cantor e compositor estará acompanhado pela bateria de Bruno Neves, o baixo e o teclado de Diego Lopes e a guitarra de Luciano Granja. Érico Moura apresenta um espetáculo inédito com canções de diversos momentos da carreira, incluindo faixas do mais recente álbum “Tudo é processo” e do elogiado disco “AMARÉ”, de 2019. As canções são inspiradas por poemas de Fernando Pessoa e de Claudia Schroeder.

SOBRE OS ARTISTAS

Sandro Cartier é Bacharel em percussão pela UFSM, mestre e doutor em educação pela Universidade de Passo Fundo (UPF). Mantém pesquisa aprofundada sobre ritmos e instrumentos brasileiros e sua utilização associada à tecnologia. A pesquisa já resultou em três livros. O primeiro versa sobre o berimbau e o pandeiro; o segundo, sobre o desenvolvimento da polirritmia; o terceiro busca apresentar a orquestra para as crianças, de maneira lúdica e formativa. Cartier possui extensa atividade na área de construção de instrumentos musicais em projetos sócio educativos, onde utiliza materiais alternativos ou reciclados. Foi um dos docentes responsáveis pela implantação do Curso de Percussão na Universidade de Passo Fundo, onde lecionou entre 2000 a 2012. Nesse período, trabalhou paralelamente na produção musical do Programa Mundo da Leitura, parceria da UPF-TV com o Canal Futura. Desde 2012, é professor do Curso de Música e Tecnologia da UFSM.

Érico Moura, nascido na capital gaúcha, em 1977, sempre conciliou a carreira artística com o exercício da Medicina, ele que é mestre (2010) e doutor (2017) em Psiquiatria pela UFRGS. O músico começou a compor ainda criança. Iniciou a carreira musical, em 1994, cantando no Coro do Projeto Prelúdio (UFRGS). Passou também pelo Coro dos Contrários, entre 1999 e 2000, quando formou a banda Universo Colorido. Em 2007, lançou o disco de estreia, C.O.L.E.T.Â.N.E.A., mas, em seguida, teve que se afastar temporariamente da carreira artística para se dedicar à residência em Psiquiatria. Em 2014, percebeu que não conseguiria viver sem música e, desde então, não parou mais de compor com produção intensa, em parte incluída nos dois últimos discos e em composições reservadas para um quarto trabalho solo.

SERVIÇO:

“O SOM QUE VEM DAS CORDAS” - SANDRO CARTIER
Quando:
24 de novembro | quarta-feira
Horário: 20 horas
Onde: Teatro Bruno Kiefer
Ingressos: meia-entrada - R$ 15,00 | inteira - R$ 30,00 (na hora) ou R$ 20,00 (antecipado)

“FLUXOS” -  ÉRICO MOURA
Quando:
25 de novembro | quinta-feira
Horário: 19h30
Onde: Teatro Bruno Kiefer
Ingressos: meia-entrada - R$ 15,00 | inteira - R$ 30,00 (na hora)

(Texto: Daniel Scheffel Corrêa da Silva | Edição: Ludwig Larré)

CLIQUE PARA AMPLIAR
Patrocinador Master
Apoio
Realização