Ícones da Garotos da Rua King Jim e Justino Vasconcelos e a cantora Valéria Houston são atrações da segunda edição do Casa Expandida

O evento ocorre no dia 7 de julho (sábado) na Travessa dos Cataventos da Casa de Cultura Mario Quintana. A Casa ficará aberta até a meia-noite para visitação e shows, discotecagem de DJ Piá e espaço gastronômico na Travessa dos Cataventos. A entrada é gratuita.

Foto: Fábio Rebelo

Depois do sucesso da primeira edição, a Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ) realiza no dia 7 de julho (sábado) mais uma noite do Casa Expandida. Desta vez sobem ao palco a cantora Valéria Houston e os ícones da Garotos da Rua, King Jim e Justino Vasconcelos. A discotecagem do evento será do DJ Piá.

Neste dia, a Casa ficará aberta até a meia-noite para visitação à exposição coletiva do Museu de Arte Contemporânea “Placentária” (6º andar) e às mostras do Instituto Estadual de Artes Visuais “Dinofilia” (3º andar), “Vislumbre” (3º andar) e “Corpo Ausente” (7º andar); assistir ao espetáculo “Olhar de Frente” (Teatro Carlos Carvalho); food truck; bier truck e quentão (Travessa dos Cataventos). O Café Santo de Casa (7º andar) e o Cine Café (Travessa dos Cataventos) também ficarão abertos durante o evento.

As atrações
Uma das bandas precursoras do rock gaúcho nos anos 80, a Garotos da Rua estourou no Brasil quando assinou contrato com a gravadora RCA e teve música em novela. Passados mais de 30 anos, King Jim e Justino seguem a parceria musical tocando sucessos como Tô de Saco Cheio, Meu Coração Não Suporta Mais e Sabe o que Acontece Comigo?.

Referência artística no meio GLGBT, público que a projetou, e até mesmo dentro dos mais conservadores, Valéria Houston é uma das cantoras mais requisitadas no sul e outros estados do país. Semifinalista do programa de talentos “Astros”, em março deste ano abriu o show de Katy Perry, em Porto Alegre. Valéria lançou recentemente o single “Esmalte Velho”, uma canção animada composta por uma trans piauiense, Benício Bem, e seu EP de estreia “Sexo Frágil?”, em fase de pré-produção, contará com canções assinadas por ela e também por Cláudio Lins, Paulo Renato Nardell & Marcel Varzea e Paulinho Mendonça (letrista da banda Secos e Molhados) e outros compositores.

Piá é um dos precursores do movimento hip hop no Rio Grande do Sul. Em 1984 idealizou um grupo de dança break e criou a banda Lords, com a qual passou a se apresentar em festas da periferia, chegando rapidamente às principais casas noturnas da cidade. Em 1996, produziu a primeira coletânea de rap do Estado, reunindo treze grupos de Porto Alegre, lançou seu primeiro disco solo e se tornou conhecido no eixo Rio-São Paulo. Depois de gravar a música “Jovem Cowboy”, em 1998, com os Cowboys Espirituais (Júlio Reny, Frank Jorge e Márcio Petracco), Piá foi premiado internacionalmente pela mistura de bombo leguero com guitarras e batidas funk da faixa. Em 2002, lançou o disco “Um Pouco Sobre Todos Nós”, pela gravadora Trama, cujo trabalho rendeu o Prêmio Açorianos de Melhor Disco de Rap. Com a sua carreira de DJ, Piá já passou uma pequena temporada nos Estados Unidos, tocando em festas por lá.

 PROGRAMAÇÃO
19h às 21h – Discotecagem com DJ Piá
21h às 22h – Show de Valéria Houston
22h30 às 23h30 – Show de King Jim e Justino Vasconcelos
8h à meia-noite – Food truck e bier truck
Local: Travessa dos Cataventos da CCMQ

SERVIÇO
Segunda edição do projeto Casa Expandida.
Quando: 7 de julho | Sábado.
Horário: 18h à meia-noite.
Local: Casa de Cultura Mario Quintana (Rua dos Andradas, 736).
Entrada gratuita.

Voltar