“Peccátu” se inspira no ateísmo de Marquês de Sade para despertar a busca da liberdade do Indivíduo

Foto: Rodrigo Bragaglia

Fica em temporada durante todo mês de outubro na Casa de Cultura Mario Quitnana (CCMQ) o espetáculo “Peccátu”. Inspirado no ateísmo de Marquês de Sade, o musical traz à cena um indivíduo acorrentado a crimes cometidos ao longo dos séculos, que percebe que usurparam a sua vida. De 4 a 27 de outubro, sextas-feiras, sábados e domingos, sempre às 20h, no Teatro Bruno Kiefer. Entrada inteira a R$ 80, à venda pelo: entreatosdivulga.com.br/peccatu

Com direção musical de Alexandre Alles, e coreografias de João Lima, o règisseur Ernani Poeta traz à cena um indivíduo, que se encontra acorrentado a crimes cometidos ao longo dos séculos pela crença num ser onipotente, que, ao se deparar com a consciência da realidade da não existência desse ser acima de todas as coisas, percebe que usurparam a sua vida. Seu inconformismo, a rejeição a essa crença, e uma vaga lembrança de um lugar onde seus pensamentos vagavam sem limites, despertam nele o desejo por uma liberdade absoluta. Os atos humanos, os atos carnais, e os instintos e desejos que emergem no homem, agora se libertam.

Foto: Rodrigo Bragaglia

Com Eric Nelsis como o Indivíduo, Leticia Kleemann como Lilith, e João Xavier como o Novo Individuo, também participam Diego Freitas, Ighor Pozzer, Roberta Turski, e Tom Weissheimer. Os instrumentistas são: Carol Kopacek (Guitarra), Fabio Petry (Bateria), Flávio Francisco (Baixo acústico e elétrico), Marcelle Lucena (Teclado), Matheus Lima (Guitarra Solo), Ricardo Lannes (Percussão e Sonoplastia), e Talita Tomazo (Violoncelo).

SERVIÇO
Espetáculo Peccátu
Quando: de 4 a 27 de outubro | Sextas-feiras, sábado e domingos
Horário: 20h
Local: Teatro Bruno Kiefer | 6º andar da Casa de Cultura Mario Quintana (Rua dos Andradas, 736 – Centro Histórico / Porto Alegre)
Ingressos a R$ 80 (inteira), pelo: https://www.entreatosdivulga.com.br/peccatu
Classificação etária: Não recomendado para menores de 16 anos

Voltar