Ingratidão e dedicação na história de um zelador aposentado são temas de “Relógios da Vida”

Foto: Vanessa Quintana

Tem apresentação única em 15 de outubro (terça-feira) na Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ) o espetáculo “Relógios da Vida”. O monólogo conta a história do zelador aposentado Zé, que é alojado em uma casa de repouso pelos filhos que criou sozinho. A peça será apresentada na Sala Carlos Carvalho, às 20h, com ingressos a R$ 20 (inteira), à venda na bilheteria uma hora antes da sessão.

Destinado ao esquecimento, o zelador aposentado Zé trava um monólogo tocante onde o presente e passado fazem uma analogia sobre o quão pode ser dolorosa a ingratidão daqueles que amamos e por quem dedicamos nossas vidas. O idoso, cujo esforço pela criação solitária dos filhos é ignorado em sua velhice, está alojado por eles em uma casa de repouso. A peça busca levar o espectador a questionar sobre a importância de valorizar quem já viveu uma longa vida e hoje precisa os mesmos cuidados que outrora nós, enquanto crianças, também já precisamos.

FICHA TÉCNICA
Montagem:Juliano Cezar
Roteiro, Direção e produção :Juliano Cezar
Colaboração:Fabio Medeiros
Fotografia:Vanessa Quintana
Iluminação: Esmael Goulart
Elenco:Juliano Cezar
Realização: Pássaro Educacional

SERVIÇO
Espetáculo Relógios da Vida
Quando: 15 outubro | Terça-feira
Horário: 20h
Local: Sala Carlos Carvalho | 2º andar da Casa de Cultura Mario Quintana (Rua dos Andradas, 736 – Centro Histórico / Porto Alegre)
Ingressos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia), à venda na bilheteria uma hora antes da sessão
Classificação etária: Livre

Voltar