Casa Expandida toma conta dos espaços da CCMQ no próximo sábado (2)

Já está chegando o dia do próximo Casa Expandida, aqui na Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ). No sábado (2) todos os espaços da Casa estão abertos ao público até a meia-noite, com atrações especiais e muita gastronomia e música na Travessa dos Cataventos, a partir das 19h. A discotecagem será do DJ Madblush e os shows dos poETs e da Glau Barros, tudo com animação d’O Cara da Sunga. A entrada é gratuita.

Além das atividades na Travessa, tem três exposições do Museu de Arte Contemporânea (MAC-RS) e intervenção do Experiência Redoma; teatros às 20h; e recantos históricos e mostras da CCMQ. A partir das 15h, a Cinemateca organiza uma programação especial de “Halloween”, na Sala Paulo Amorim, com quatro filmes de terror no “Especial Dia dos Mortos”, todos pelo custo de meia entrada: R$ 7.

Desde as 19h, o DJ Madblush traz a energia da house music, pop, electro, trap, hip-hop, funk carioca e hits que vão animar a noite e transformar a Travessa dos Cataventos numa pista de dança. No primeiro show, às 21h, os poETs apresentam novas e antigas composições, em formato acústico, seguindo fiéis ao título-manifesto que nomeou o primeiro CD: “Música legal com letra bacana”. Para fechar as atrações, às 22h, Glau Barros interpreta sambas de compositoras(es) gaúchas(os), além de releituras de consagradas canções do gênero.

Em uma parceria com o Museu de Arte Contemporânea do RS (MAC-RS), acontece, sempre no Casa Expandida, o projeto “Experiência Redoma”, uma sequência de eventos-vivos que ocorrem na Cúpula da Casa. Na edição de novembro é Marcelo Armani que participa. Também na programação do Instituto Estadual de Artes Visuais (Ieavi) e do MAC-RS tem as exposições: “A fala da falha”, mostra coletiva organizada por Marilice Corona, na Sala Augusto Meyer; “Cá e lá…UTOPOS”, mostra coletiva com curadoria de Sandra Rey, na Galeria Xico Stockinger; e “Arte indivíduo e sociedade”, com gravuras de Maria Tomaselli e Antônio Gerbase, na Microgaleria Tatata Pimentel.

No teatro Bruno Kiefer está em cartaz, às 20h, o espetáculo “Violões do Mundo”, com a proposta de fortalecer o intercâmbio cultural e o amor por esse instrumento universal. A peça “Os males do fumo” ocupa a Sala Carlos Carvalho, também às 20h, com um texto de Anton Tchekhov, de 1887, que reflete temas e emoções comuns à natureza humana. A Cinemateca Paulo Amorim apresenta na programação filmes de fora do circuito comercial, além das sessões especiais de “Halloween”.

Entre os espaços na CCMQ que também recebem público até mais tarde está a ArteLoja, com arte em diversas formas e estilos e produtos sobre o Mario Quintana; o Café Santo de Casa, com gastronomia e charme na cúpula da casa.

AS ATRAÇÕES

Foto: Carolina Costa Silvestrin

poETs
Banda formada por Alexandre Brito, Ricardo Silvestrin e Ronald Augusto, segue fiel ao título-manifesto que nomeou o primeiro CD: “Música Legal com Letra Bacana”, lançado pela gravadora yb, de São Paulo, em 2004, com a mesma pegada: melodias contagiantes, letras surpreendentes e boas de cantar. O show tem formato acústico, com Alexandre e Ronald nos violões e vocais, e Silvestrin também no vocal.
Os poETs estão juntos desde 2001. Lançaram os CDs “Música legal com letra bacana” (2004), “Os poETs” (2008) e o dvd “os poETs ao vivo” (2012). Já fizeram shows por todo o Brasil. Suas músicas já tocaram em diversas rádios, seus clipes têm milhares de visualizações na internet. Em 2019 estão preparando um novo álbum com canções inéditas, todas compostas em pareceria pelo trio.

 

Glau Barros
Desenvolve uma intensa e permanente carreira profissional como cantora e atriz desde 1990. No teatro, encenou espetáculos com o Grupo Teatral Caixa-Preta e com a Cia. de Atores Independentes. Na TV, participou do programa Criança Esperança com o vídeo “Ninguém Nasce Racista – Continue Criança”, com narração de Lázaro Ramos, e da série “Formigas”, de Gustavo Spolidoro. No cinema, estrelou os curtas-metragens “Antes Que Chova” (Gravataí) e “Vitória o” (Porto Alegre), e o média-metragem “Anita” (Santa Catarina/Rio de Janeiro).
Em 2019, lançou seu primeiro CD: “Brasil Quilombo”, que tem a produção musical e arranjos de Marco Farias, direção musical de Gelson Oliveira e produção geral de Celso Dias. Neste primeiro trabalho, Glau interpreta sambas de compositoras(es) gaúchas(os), além de releituras de consagradas canções do gênero. Apresentou os seguintes shows e musicais: Night Club, Ta-hí Carmen Miranda, Os Malandros, Prato Feito – Você tem fome de que?, Glau Barros Canta Elis Regina, Estandarte do Samba, Play Blacks, Noite dos Lobos – Canções de Lupicínio Rodrigues, De Amores e Sambas, SAMBA – Eu Canto Assim!, Glau Barros – Especial Clara Nunes, CarnaGlau no Café Fon Fon, Damas do Samba e Samba das Flores.

MadBlush

Foto: Diego Nardi

É cantor, compositor, produtor e DJ. Sua relação com a música começou como DJ quando resolveu tocar em suas festas no ano 2000. Desde então, seguiu tocando em praticamente todas as casas alternativas e LGBTQ de Porto Alegre. Nos famosos e históricos: Fim de Século, NEO, Ocidente; no Cord/Projeto OFFCENTRE e MIXMAD; Venezianos, Beco, Cabaret entre outros. Já tocou em São Paulo, no lendário Bar do Netão, na rua Augusta, na festa Posh e produzindo a festa “FRITA”. Tocou também em várias outras casas e bares do circuito da Augusta e também nos célebres: Clube A Loca, Glória e The Week. Possui uma característica camaleônica, mutante e versátil tanto em seu trabalho com a música autoral quanto em seu trabalho como DJ, misturando vários estilos que vão da: House Music, Pop, Electro, Trap, Hip-Hop, Funk Carioca, Batuques, buscando, acima de tudo, a animação e fugir da obviedade mesmo utilizando hits em seu set.

 

Especial Dia dos Mortos
Os quatro horários do cinema serão dedicados a sessões de filmes de terror, com uma programação diversificada e voltada para todos os públicos. Para a criançada: vencedor do Oscar de melhor animação: “Viva! A vida é uma festa”; um dos destaques brasileiros do gênero: “Morto não fala”; a estreia do longa venezuelano “Infecção”, que fez parte da programação do Fantaspoa; e “O exorcista”, considerado pelos críticos o melhor filme de terror de todos os tempos.
15h – Viva! A vida é uma festa
(EUA, 2018, 105min). Animação de Lee Unkrich e Alfred Molina. Livre, Dublado. Apoio: MPLC.
Sinopse: Miguel tem 12 anos e quer ser músico mas existe um segredo em sua família que o impede de realizar este sonho, o que leva o garoto viver grandes aventuras. O filme foi vencedor do Oscar de melhor animação.
17h – Morto não fala
(Brasil, 2019, 110min). Direção de Dennison Ramalho, com Daniel de Oliveira, Fabiula Nascimento, Bianca Comparato. Pagu Filmes. Terror, 16 anos.
Sinopse: Plantonista noturno de um necrotério, Stênio possui um dom paranormal de se comunicar com os mortos e já está acostumado a ouvir muitas histórias dos que já se foram. Porém, quando essas conversas revelam segredos sobre sua própria vida, Stênio ativa uma rede que coloca sua família em perigo.
19h – Infecção
(Venezuela, 2018, 100min). Direção de Flavio Pedota, com Ruben Guevara, Leonidas Urbina. Latinópolis, 16 anos. Terror.
Sinopse: Em Caracas, um russo entorpecido pela droga Krokodil é infectado pelo vírus da raiva e dá início a uma epidemia que gera seres agressivos e canibais. Em meio a essa crise, o doutor Adam Vargas embarca numa jornada hostil por uma Venezuela destruída, em busca de uma forma de salvar seu filho da epidemia. O filme integrou a programação do Fantaspoa 2019.
21h – O exorcista
(EUA, 1973, 120min). Direção de William Friedkin, com Linda Blair, Ellen Burstyn, Max von Sydow. Terror, 14 anos.
Sinopse: Ao perceber que sua filha de 12 anos tem um comportamento cada vez mais assustador, a mãe pede ajuda para um padre. Ele conclui que a garota está possuída pelo demônio e, junto com um padre especialista em exorcismo,tentar livrar a menina desta terrível possessão. O filme é considerado o melhor filme de terror da história do cinema.

PROGRAMAÇÃO
15h – Viva! A vida é uma festa – Sala Paulo Amorim
17h – Morto não fala – Sala Paulo Amorim
19h – Infecção – Sala Paulo Amorim
19h – Discotecagem DJ Madblush – Travessa dos Cataventos
19h – Experiência Redoma, com Marcelo Armani – Cúpula do Jardim Lutzenberger
21h – O exorcista – Sala Paulo Amorim
21h – poETs – Travessa dos Cataventos
22h – Glau Barros – Travessa dos Cataventos

SERVIÇO
Casa Expandida
Quando: 2 de novembro | Sábado
Horário: das 12h à meia-noite
Local: Casa de Cultura Mario Quintana (Rua dos Andradas, 736 – Centro Histórico / Porto Alegre)
Entrada franca

Voltar