CCMQ recebe exposição fotográfica e debate “Preto no Metal”

O Projeto Preto no Metal é uma reunião de fotografias de músicos negros atuantes no cenário Heavy Metal no Rio Grande do Sul. As fotos retratam a realidade desses artistas em um contexto de pouca apropriação étnica no estilo musical. Para dar visibilidade ao tema e fomentar o debate, o Coletivo LIVRE (Liberdade/Inclusão/ Verdade/Respeito /Esperança) realiza uma mostra fotográfica e uma mesa-redonda, no próximo dia 29 de fevereiro, a partir das 13h, na Sala Oliveira Silveira da Casa de Cultura Mario Quintana.
De acordo com os organizadores, o objetivo principal do projeto é proporcionar ao negro uma forma de ter voz ativa no Heavy Metal e, assim, fomentar seu ingresso nesse cenário, incentivando-o a ter uma carreira na música pesada, seja como músico instrumentista, vocalista ou ainda produtor musical. O projeto surgiu quando a fotógrafa Indy Lopes captou algumas imagens do Vinicius Rodrigues um músico negro atuante no cenário da música underground em Porto Alegre. “Essa simples sugestão, inicialmente despretensiosa, deu espaço para vários questionamentos quanto à participação dos negros nesse estilo musical e permitiu vislumbrar a criação de um projeto cultural com a intenção de enaltecer sua maior participação no mundo da música pesada, proporcionando reflexões e diálogos que levem uma maior representatividade”, revela a fotógrafa Indy Lopes.
 
SERVIÇO:
Preto no Metal
Quando: 29 de fevereiro |sábado
Horário: 13h – abertura da exposição fotográfica | 15h – mesa redonda | 17h – encerramento
Onde: Sala Oliveira Silveira | 3º andar da Casa de Cultura Mario Quintana | Rua dos Andradas 736 – Centro Histórico – Porto Alegre
Voltar