Espaços da Discoteca Pública Natho Henn

Criada em 14 de abril de 1955 pelo músico que lhe dá o nome, a Discoteca possui o maior acervo musical do Rio Grande do Sul. São 3.344 livros, 17.199 partituras e aproximadamente 43,5 mil LPS, álbuns, compactos e Cds.

Destinado a pesquisadores, músicos e público em geral, ao longo desses quase 62 anos a instituição tem se dedicado a preservar, organizar e divulgar a produção musical nacional e internacional em seus diferentes suportes.

Compositor, pianista e professor nascido em Quaraí, Natho Henn (26/12/1901 – 1/8/1958) foi o idealizador, fundador e primeiro diretor da Discoteca Pública, de 29 de janeiro de 1954 (data da criação) até a sua morte. Três de suas grandes peças, “Rolinha”, “Tapera” e “Pastoral”, foram gravadas em disco pelo pianista Miguel Proença.

 

O que fazer na Discoteca:

– Audição individual com fones de ouvido:
– Audições comentadas;
– Consulta a livros, partituras e recortes relacionados à música;
– Assistir apresentações musicais no Auditório Luis Cosme;
– Participar de ensaios na Sala Irmão Moritz, mediante chamada pública;
– Visitar exposições temáticas, realizadas uma vez ao mês;
– Fazer visitas guiadas, agendadas previamente pelo e-mail discotecanathoheinn@gmail.com.

 

Atendimento ao público: 

A Discoteca Pública Natho Henn está localizada no 4º andar da Casa de Cultura Mario Quintana ( Andradas, 736). O horário de funcionamento é de terça a sexta, das 9h às 17h.

 

Clique logo abaixo no link correspondente a área da Casa de Cultura Mário Quintana no qual você deseja acessar:

Auditório Luís Cosme

Espaço Lupicínio Rodrigues

Sala Irmãos Moritz

Sala Radamés Gnattali

Biblioteca Armando Albuquerque