Sala Radamés Gnattali

Espaço utilizado para exposições sobre personagens e temas relacionados à música.

 

Radamés Gnattali (Porto Alegre, 27/1/1906 – Rio de Janeiro, 3/2/1988)

Filho do músico italiano Alessandro Gnatalli e da pianista gaúcha Adélia Fonseca Gnatalli, começou a estudar piano aos seis anos. Em 1920 ingressou no Instituto de Belas Artes do Rio Grande do Sul (atual Instituto de Artes da Ufrgs). Concluiu aos 18 anos o curso de piano, recebendo o grau máximo, e na mesma ocasião foi entregue ao precoce músico a medalha de ouro no curso de piano Araújo Viana. Deixou extensa obra, com destaques para a Sinfonia Miniatura, Sinfonia Popular, Azulão, Casinha Pequenina e Prenda Minha.